Arquivo

Archive for the ‘Curiosidades Bíblicas’ Category

Páscoa – Significado

 

 

aeggs

 CONTO DE PÁSCOA 

Na véspera do Domingo de Páscoa, Ester estava ansiosa para receber seu ovo e não estava disposta a aguardar o dia seguinte.

Vovó Tita, por sua vez, já havia escondido o ovo da neta num lugar da casa, mas não iria ceder, pois era assim que a mãe dela fazia, e disto ela tinha boas recordações.

Ester, com seus dez anos, era muita esperta e resolveu que primeiramente faria algumas perguntinhas e só depois faria a chantagem emocional para tentar ganhar seu ovo antes da hora.

– Vovó, porque se fala tanto em ovo de Páscoa?

– Pequena Ester, embora no Brasil seja a entrada do Outono, lá onde começou esta tradição é início da Primavera, que é quando a terra volta a se aquecer e a natureza explode exuberante, cheia de vida. Por isso é que o ovo é usado para representar este período. Você se lembra da nossa Pintadinha? Ela aqueceu os ovinhos durante quarenta dias e deles nasceram vários pintinhos.

– Puxa, foi muito legal, vovó. E o coelho, o que tem a ver com isso?

– Dentre os animais, quem se multiplica mais rapidamente são os coelhos, por isso ele também é usado para falar deste período de muita vida, isto é, de muita fertilidade.

– Aí você poderia perguntar o que tudo isso tem a ver com Jesus?

– É, boa pergunta. Afinal, ele não nasceu em dezembro?

– Sim, mas a Páscoa tem a ver com sua morte, pois Jesus veio ao mundo para morrer e nos dar vida, derramando seu sangue na cruz. Aqueles que acreditam n’Ele, tem seus pecados purificados e são renascidos para uma nova vida.

– Como assim, vovó, “nova vida”?

– É porque viver não é só estar com os olhos abertos e poder respirar. Viver tem que ser com alegria. Muitas pessoas esperam que outra pessoa apareça em suas vidas para fazê-las feliz, mas quando se tem Jesus no seu coração, você passa a viver, sendo realmente muito, muito feliz.

– Puxa, vovó, eu sou então muito feliz quando minha mãe me deixa aqui com a senhora.

– Ester, Ester, o que você está querendo?

– Nada, vovó, é só a verdade. Mas e a Páscoa, o que significa?

– Páscoa significa “passar sobre”, isto é, quando a morte vem até você, ela não pode fazer nada, ao perceber que você tem o sangue de Cristo, assim ela passa para outro que ainda não renasceu para esta vida verdadeira.

– Para ficar mais fácil, Ester, vou contar pra você uma linda história que minha mãe me contava, sempre às vésperas do Dia da Páscoa.

– Tá bom, vovó. – a pequena concordava com tudo e, ao mesmo tempo, pensava numa maneira de fazer a vó dar seu ovo.

E contou várias historinhas que ela sabia de cor, até que sua netinha se cansou e pegou no sono.

Você Tita riu consigo mesma, olhando a candura de sua linda netinha. Naquele momento viajou no tempo, recordando-se da filha, que estava viajando a serviço.

E veio o dia seguinte. Ester acordou toda fogosa e, ainda de pijama, começou a sua busca, enquanto a vó se divertia vendo a frustração na carinha da menina toda vez que se equivocava.

Mesmo correndo pra lá e pra cá para fazer um almoço muito especial, vó Tita não cedia aos apelos da menina, que seguia desesperada por todos os cantos da casa à procura do chocolate que a vó, carinhosamente, fazia sempre para ela.

Legal mesmo foi ver aquela carinha feliz, dando pulos de alegria, quando finalmente ela achou seu ovo de Páscoa.

Uma cena imperdível.

Autor José Maria Cavalcanti

 

Anúncios

Você Sabia?

DADOS BÍBLICOS

– Levou mais de 1600 anos para ser escrita totalmente a Bíblia;

– Ela não foi escrita por apenas um servo de Deus, mas foram necessários cerca de 40 autores. Eles tinham as mais variadas profissões. Alguns eram humildes agricultores, pescadores até renomados reis;

– Pesquisas apontam que provavelmente o mais antigo livro da  Bíblia não é o Gênesis, mas o livro de Jó. Se é o mais antigo, pode ser que  tenha sido escrito por Moisés, quando esteve no deserto, portanto décadas antes do Pentateuco;

– O Codex Vaticanus, escrito em letras gregas maiúsculas, é provavelmente o mais antigo exemplar da Bíblia em forma completa;

– A Bíblia foi traduzida pela primeira vez para o inglês por um grupo liderado por John Wycliffe, em 1380;

– Martinho Lutero foi o primeiro tradutor da Bíblia para a língua do povo alemão;

 – A Alemanha possui, na biblioteca da Universidade de Gottingen, um exemplar da Bíblia que foi escrita em 470 folhas de palmeira;

– O primeiro Salmo encontra-se em II Samuel 1:19-27, um lamento de Davi em memória de Saul e seu filho Jônatas;

– O Antigo Testamento, por conter professias do final dos tempos,  termina com uma maldição, e o Novo Testamento, contendo as boas-novas, termina com uma benção;

– A terceira epístola São João foi o último livro da Bíblia a ser escrito;

– A Bíblia está repleta de encorajamentos para todos os cristãos. São ao todo 3573 promessas; 

– Os evangelistas Marcos e Lucas não foram discípulos de Jesus, diferentemente de Mateus e João que conviveram com o Senhor;

– O Salmo 136 tem no final de todos seus versos o seguinte estribilho: “Porque a Sua misericórdia dura para sempre.”;

– O profeta João Batista sucedeu Malaquias;

– O apóstolo Judas não era da Galileia, diferentemente dos demais;

– João, que é chamado de o discípulo do coração, era o mais jovem dos doze;

– Quem foram os únicos homens que jejuaram 40 dias e 40 noites? Jesus, vide Mateus 4; Elias, veja em I Reis 19:8; e Moisés em Deuteronômio 9:9;

– Há uma curiosidade nos versículos 8, 15, 21 e 31 do Salmo 107. Todos eles são iguais;

– Foi observada uma grande curiosidade no Salmo 119, que é o mais longo da Bíblia. Ele é um acróstico (Os acrósticos são formas textuais onde a primeira letra de cada frase ou verso formam uma palavra ou frase). Os 176 versículos se acham divididos em 22 seções de oito versos cada uma, correspondendo a cada uma das letras do alfabeto hebraico;

– O servo de Deus chamado Matusalém é o homem mais velho da Bíblia;

– Enoque não morreu, mas ascendeu ao céu.

CURIOSIDADES BÍBLICAS

CURIOSIDADES GERAIS SOBRE A BÍBLIA

– A palavra “BÍBLIA” teve origem no idioma Grego: “Biblion”, que significa “livro”. O plural desta palavra é  “biblion”, para nós  BÍBLIA, que significa simplesmente a reunião de todos os “LIVROS.
– O autor do mais famoso livro é Deus.
– Sua correta interpretação só é possível por meio do Espírito Santo.
– O tema central da palavra de Deus é seu filho Jesus Cristo.
– A Bíblia é o livro que possui o maior número de edições e é o mais vendido no mundo.
– A Bíblia é também o livro mais lido por todo o globo.
– O número total de livros da Bíblia é 66 livros.
– No Antigo Testamento são 39 e 27 no Novo Testamento.
– Totalizando 66 livros, sendo 66, 39 e 27 todos múltiplos de 3, o número da perfeição.
– Os 39 livros que compõem o Antigo Testamento, sem a inclusão dos livros apócrifos, estavam compilados desde cerca de 400 a.C., sendo aceitos pelo cânon Judaico, e também pelos Protestantes, Católicos Ortodoxos, Igreja Católica Russa, e parte da Igreja Católica tradicional.
– O Velho Testamento é aproximadamente três vezes e meia maior do que o Novo Testamento.
– Os livros que contam história cobrem metade do Velho Testamento.
– Os livros que contam poesia cobrem um quinto do Velho Testamento.
– Os Evangelhos ocupam quase a metade do Novo Testamento.
– O Pentateuco, grupo dos primeiros cinco livros escritos por Moisés, é quase do tamanho do Novo Testamento.
– O Antigo Testamento foi escrito em Hebraico, com exceção de algumas passagens em Esdras, Jeremias e Daniel, que foram escritas em Aramaico.
– O Novo Testamento foi originalmente escrito em Grego.
– Existem aproximadamente 2.800 idiomas e 3.000 dialetos, mas a Bíblia já foi vertida, em parte, em 1.500 idiomas e dialetos. A Bíblia inteira só está traduzida em cerca de 330 idiomas.
– Inicialmente, os escritos da Bíblia não eram divididos em capítulos e versículos, como temos agora; a divisão em capítulos só veio a acontecer entre 1244 a 1248 d.C., pelo Cardeal Hugo de Sancto Caro, que se serviu deste artifício para melhor realizar sua concordância e estudo. Alguns pesquisadores atribuem essa divisão também a Stephen Langton, falecido em 1228. No ano de 1551, Robert Stephen fez depois a divisão em versículos. Em 1555 foi publicada a primeira Bíblia, conhecida como Vulgata.