Início > Editorial > Puxando-nos para o alto

Puxando-nos para o alto

DIETA DA LEVITAÇÃO

É fácil perceber uma poderosa indústria voltada para produtos e serviços para tornar as pessoas mais leves e saudáveis.

A máquina da propaganda, trabalhando em cooperação comercial, põe mulheres e homens com corpos trabalhados para anunciar esteiras, pesos, aparelhos de stepper, bicicletas ergométricas, estação de ginástica e tudo mais que tenha a ver com “healty e fitness” (saúde e boa forma), palavras que foram incorporadas ao nosso vocabulário.

Estamos preocupados em ficar levinhos com o objetivo de estarmos em boa forma e gozando de excelente saúde. Esta verdadeira obsessão com o físico está deixando as pessoas estressadas, a ponto de cometerem loucuras para atingir seus objetivos.

Este desejo por corpos perfeitos atinge todas as pessoas, não importando a classe social, o nível cultural ou a religião que pertençam.

Mas, no dia do arrebatamento, com qual peso devemos estar para conseguirmos ser elevados ao céu?

Uma coisa é certa, quanto mais nosso coração estiver posto nos bens físicos, isto é, vinculado às coisas terrenas, menos chances teremos para a aguardada “abdução” celestial.

Muitos ficarão boquiabertos com a facilidade que alguns “cheiinhos” terão para levitar no tão esperado dia. E causará espanto ver um magrinho, aparentemente muito espiritualizado, não subir para se juntar àqueles que foram escolhidos por Deus.

Nessa hora fico imaginando a situação do craque de bola Cacá. Ele ganha rios de dinheiro e possui muita fama e faz muito sucesso. Quão difícil deve ser para ele se tornar leve, não deixando que seu coração vá se amalgamando aos bens materiais, pois tem todos os objetos mais desejados do mundo: carros da Ferrari; belas mansões; e todo o luxo que o dinheiro pode comprar.

Perder esse tipo de peso é mais difícil que as gorduras acumuladas, pois estas requerem determinação, mas o sobrepeso espiritual requer uma consulta ao coração. Nessa hora achamos mil maneiras para nos justificar, mas no fundo sabemos que não queremos abrir mão de tais apegos.

Graças a Deus porque temos este órgão sensível, que nos coloca despidos perante Deus, apontando nossas fraquezas. Tudo é questão de escutar nossa voz interior para nos libertar de qualquer peso que nos prenda ao chão.

Autor José Maria Cavalcanti

Anúncios
  1. Pedro Antônio Dias
    06/04/2011 às 00:41

    Sua mensagem é um toque sutil em nossas almas para que haja um despertar sobre nosso apego às coisas materiais.
    Que Deus continue nos iluminando e dando sabedoria!

  2. rodrigo
    02/06/2011 às 04:08

    é.. n nos despertamos p o grande dia..
    o senhor jesus cristo vira aos ceus e num piscar de olhos arrebatara sua igreja, tudo isso escrito ai é p q possamos sempre lembrar q o grande dia esta proximo..
    muito obrigado pelo grande despertar, fique na paz do senhor…

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: